segunda-feira, 18 de junho de 2012

Construindo abismos

Dias passam.. e vejo que nós andamos na mesma rotina de antes, só mudaram detalhes. MELODIAS DE CANHÕES soam como musicas naturais de noticias de jornais,noticias essas cada vez mais frequente em nosso dia-a-dia ! OUÇO VERSOS SEM CANÇÕES a cada instante que ligo o rádio, e percebo que a era da infância e ingenuidade ficaram no passado, E UMA VOZ SUAVE QUASE QUE IRREAL,tenta nos aliviar dizendo que esta tudo sob controle... controle de quem? se os mesmos que nos falam,precisam! HORAS VOAM,e a cada momento percebo que envelheço mais rapidamente, e que não tive tempo pra aproveitar,DEVAGAR EU SIGO TENTANDO VOLTAR,PRA REVER MEUS ERROS E FINGIR ACREDITAR EM TUDO, mas são lembranças que tornam meu passado eterno.. O QUE EU PASSEI NÃO QUERO LEMBRAR,momentos, dias, meses, a cada passo dado uma historia há se contar,e pra chegar onde estou FECHEI,MEUS OLHOS PRA CONTINUAR ! NO TOPO DE UM ABISMO O VENTO SOPRA A MEU FAVOR,longe de tudo e de todos, me sinto livre pra voar, me entregar ao destino e me libertar de tudo.. E SE EU TENTASSE ENFRENTAR MEUS MEDOS? mais uma vez acabaria em contradição?talvez.. NÃO SERIA MAIS QUE UM MERO ATOR! LUTANDO CONTRA GRADES DA MINHA VIDA, vi minha historia passar diante dos meus olhos e por mais que eu tentasse resolver ou simplesmente tentar mudar,EU ME LEMBREI QUE A RUA É SEM SAÍDA,não há por onde correr se não pelo mesmo caminho onde já percorri..SE EU NÃO LUTAR POR MIM NÃO VOU VIVER,é preciso reconhecer quando se há algo errado, e fugindo dos problemas ocasionados por você não te leva a lugar nenhum,JA OUÇO O ADEUS DIZER TCHAU!

Nenhum comentário:

Postar um comentário